domingo, 1 de novembro de 2009

A importância de frequentar o jardim de Infância

O Jardim de Infância é quase sempre o 1º espaço contemplado com as crianças que iniciam a sua saída de casa/família, para um processo de socialização e aprendizagens mais alargado. Assim este deve ser sobretudo o local onde as crianças despertam para outras realidades sociais e culturais, onde interagem a "todo o vapor", onde aprendem a gerir conflitos, onde realizam descobertas sobre si mesmas e os outros, onde agem, exploram, escolhem...

No Jardim de Infância a criança é encarada como capaz de grandes construções. Quando brinca, joga, pinta, ouve, fala, é escutada, sobe, desce, corre, está em permamente estruturação. Está a arranjar ferramentas para mais adiante conseguir outras conquistas. É que sómente após passar por uma série de fases de desenvolvimento sequenciais, ela estará pronta para formar conceitos mais abstractos, relativos à leitura e escrita, por exemplo.

O Jardim de Infância deve ser muita coisa boa, deve ser assim como pão com doce... prazeiroso. Por isso deixemos as nossas crianças crescer, equiparem-se devidamente de saberes estruturantes, tão necesssários para que um pouco mais à frente, quiçá já noutra casa que não se chama Jardim de Infância, se envolverem no mundo dos números e das letras. Não há pressa!
Até porque o interesse já anda por aí... por aqui!...


Frequentar o Jardim de Infância parece que até faz magias, porque o que as crianças absorvem, aprendem e gostam aqui, fá-las crescer em casa, ficarem grandes, com as pernas altas...

3 comentários:

margarida disse...

Parabéns pelo vosso site. Está optimo mesmo ainda no início. Felicidades!!!
Margarida

sofia disse...

Parabéns!
O Jardim de Infância é sem dúvida um lugar mágico onde as crianças crescem, crescem e se tornam verdadeiros gigantes... E a propósito de gigantes... Conhecem a história Dantes havia gigantes?
Vale a pena ler...
Beijinhos.
Sofia Sobral

Blog disse...

"Todos os erros humanos são fruto da impaciência, interrupção prematura de um processo ordenado, obstáculo artificial levantado em redor de uma realidade artificial."
Franz Kafka

Isto, a propósito da "pressa" de que se fala no texto anterior.

Parabéns pelo blog, a ideia base está interessante.


Margarida Xavier